Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Caballo Loco vence Classe C30 por apenas um ponto em Ilhabela

Os dois últimos finais de semana de setembro foram repletos de emoção nas sete regatas da Classe C30 pela 2ª Etapa da XX Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, que reuniu 30 barcos. Os três primeiros colocados velejaram lado a lado, alternando as vitórias a cada prova. O vencedor da etapa, Caballo Loco ganhou duas regatas, contra três do Loyalty e duas também do Kaikias Via Itália.

Apenas dois pontos separaram os três barcos, incluindo-se um descarte. Foram dez pontos perdidos para o Caballo Loco, seguido por Loyalty, de Porto Alegre, com 11 e Kaikias Via Itália, com 12. A terceira e última etapa da Copa Suzuki será nos dois últimos finais de semana de novembro, paralelamente ao Campeonato Brasileiro da Classe C30, que tem Caballo Loco como líder após a primeira etapa disputada em Florianópolis.

No fim de semana decisivo, foram duas regatas no sábado no meio do Canal de São Sebastião com vento sul fraco e vitórias de Caballo Loco e Kaikias Via Itália. No domingo também seriam mais duas provas, mas após o Loyaty vencer a primeira com sudoeste de 18 nós, o vento apertou, chegando a quase 40 nós, mais de 70 km/h, nas rajadas. A Comissão de Regata (CR) optou pelo cancelamento para que as tripulações pudessem retornar ao Yacht Club Ilhabela em segurança.

"A classe mostrou novamente que é muito boa, muito equilibrada e competitiva. Tivemos mais um fim de semana de belas disputas. E apesar da rivalidade na água, prevaleceu o fair play na terra, com todas as questões tratadas com diplomacia, o que é muito bom para a classe e para a vela", destacou o comandante do Caballo Loco, Mauro Dottori.

Disputa aberta até o fim

A tripulação gaúcha do Loyalty contou com reforço do campeão mundial da classe Laser Radial Fábio Pillar, o Cachopa, na função de tático. "As equipes estão evoluindo e a vantagem da C30 é que oferece chances de vitória a todos os barcos, não há favorito. Depois de sete regatas chegamos à condição de que, quem chegasse na frente venceria a etapa se a oitava prova não fosse cancelada por excesso de vento", analisou Cachopa.

O comandante do Loyalty, Alexandre Leal, também enalteceu o equilíbrio entre os barcos durante as regatas. "Foi excelente retomar a vela em Ilhabela após a quarentena. Além de competir, pudemos rever os amigos. Apesar de ainda sentirmos falta de treinos, conseguimos três primeiros lugares, mas o Mauro (Dottori) teve mais regularidade. Eles mereceram a vitória", reconheceu Leal.

Antes da terceira e última etapa da Copa Suzuki, a Classe C30 deverá correr o Circuito Rio no feriado de finados na Baía de Guanabara, inclusive com participação da flotilha de Florianópolis: Zeus, Katana Portobello e Le Terrible. As demais classes do Circuito Ilhabela de Vela Oceânica de 2020 tiveram os seguintes vencedores: Ginga (HPE 25), Rudá (IRC), Zeus (RGS A) e Comanda (RGS C).     

Classe C30 na 2ª Etapa da Copa Suzuki (7 regatas e 1 descarte)   

1 – Cabalo Loco – Mauro Dottori: 2+2+1+2+1+2+(3) = 10 pp

2 – Loyalty – Alexandre Leal: 1+(3)+3+1+2+3+1 = 11 pp

3 – Kaikias Via Itália – Eduardo Mangabeira: (3)+1+2+3+3+1+2 = 12 pp


Fonte: Redação - Foto: Divulgação

js